Agende-se
Assembleia de Contas 2018

O SEEB realiza Assembleia de Prestação de Contas no dia 22 de maio, às 18h30, na sede adminsitrativa do Sindicato. Bancários filiados estão convidados!

Vídeos
Reforma da Previdência irá gerar miséria

Santander lucra R$3,485 bilhões no 1º trimestre de 2019

Santander lucra R$3,485 bilhões no 1º trimestre de 2019

Ganho obtido no Brasil representou 29% do rendimento global

O Banco Santander lucrou R$3,485 bilhões no 1º trimestre de 2019, de acordo com Departamento Intersindical de Estatísticas e Estudos Socioeconômicos (DIEESE). Isso significa um crescimento de 21,9% em relação ao mesmo período em 2018. O ganho obtido no Brasil representou 29% do rendimento global, que foi de € 1,840 bilhões (com alta de 10,4% no período). 
Segundo o balanço do banco, a receita com prestação de serviços mais a renda das tarifas bancárias cresceu 9,6% em doze meses, o que totalizou R$ 4,5 bilhões. Em contrapartida, as despesas de pessoal mais PLR subiram apenas 0,4%, atingindo R$ 2,3 bilhões. Desta forma, a cobertura dessas despesas pelas receitas secundárias do banco foi de 195% no 1º trimestre de 2019.
A Carteira de Crédito Ampliada do banco teve alta de 9,3% em todo o ano e atingiu R$ 386,9 bilhões. As operações com pessoas físicas cresceram 20,1% e chegaram a R$ 136,6 bilhões, impulsionadas por cartão de crédito (25,4%), crédito consignado (25,2%) e crédito imobiliário (14,3%). 
Já a de Financiamento ao Consumo, originada fora da rede de agências, somou R$ 51,4 bilhões, com crescimento de 17,9% em relação a março de 2018. Do total desta carteira, R$ 45,2 bilhões (87,4% da carteira) referem-se a financiamentos de veículos para pessoa física, que apresentou aumento de 18,1% no período. 
Mesmo com altos lucros, no primeiro trimestre de 2019, o banco abriu apenas 220 postos, menos da metade do número de postos fechados em 2018 (623). A holding encerrou 2018 com 48.232 empregados. 
Para o secretário Assuntos Socioeconômicos e representante da Confederação Nacional dos Trabalhadores do Ramo Financeiro (Contraf-CUT) na Comissão de Organização dos Empregados (COE) do Santander, Mario Raia, o Santander tem paliativamente crescido lucro em cada trimestre e o Brasil representa a maior fatia do lucro do banco no mundo. “Isso deveria ser revertido aos funcionários. Hoje um executivo de banco ganha 35 vezes mais do que um caixa. O Santander deveria distribuir melhor o seu lucro, com melhorias nos planos de saúde e previdência, reduzir a cobrança de tarifas e valorizar os trabalhadores que são os que realmente dão lucro para o banco”, concluiu.

Fonte: Contraf-CUT | 03/05/2019
SEEB - Sindicato dos Empregados em Estabelecimentos Bancários de Blumenau e Região
Rua Coronel Vidal Ramos, nº 282 - CEP: 89010-330 - Centro - Blumenau
Fone: (47) 3326.3116 | Fax: (47) 3322.5036
Criação e desenvolvimento de sites