Agende-se
Sindicato fechado

O Seeb Blumenau e Região informa que na sexta-feira, dia 13 de dezembro, o sindicato estará fechado após às 11h45. Atendimento normalizado na segunda-feira, dia 16. 

 
Vídeos
Campanha #FechaComAGente - Convênio Médico

Campanha mostra porque a Caixa é essencial para todos os brasileiros

O Comitê Nacional em Defesa da Caixa lançou a campanha #aCaixaétodasua, que tem como objetivo chamar atenção dos empregados do banco e da população em geral para os prejuízos que a venda de partes estratégicas da empresa, como seguros, loterias e cartões, poderá trazer para a sociedade, além de alertar sobre as consequências da retirada do Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS) da Caixa.

O presidente da Federação Nacional das Associações do Pessoal da Caixa Econômica Federal (Fenae), Jair Pedro Ferreira, afirma que a campanha pretende mostrar para a sociedade que vender a Caixa, atualmente único banco 100% público do Brasil, compromete sua função social e de desenvolvimento do país. “A Caixa está na vida de todos os brasileiros diariamente, embora muitos não tenham essa noção. E eles precisam saber que a privatização, mesmo que fatiada, poderá comprometer totalmente a aplicação dos recursos que o banco administra na área social”. 
 
Hoje, a Caixa tem uma das menores taxas de financiamento da casa própria, além de ser responsável por diversas operações na área social e de cidadania do país, como, por exemplo: o pagamento do FGTS; financiamento do programa “Minha casa minha vida”, o maior programa habitacional do Brasil para a população de baixa renda; financiamento estudantil por meio do Fies e a distribuição de renda pelo programa “Bolsa Família”, pelo qual 13,5 milhões de beneficiados recebem todo mês. 
 
Além disso, o que muita gente não sabe é que a Caixa também contribui com áreas da sociedade como saúde, segurança, cultura e esporte. Isso porque aproximadamente metade dos recursos das apostas das Loterias Caixa são aplicados nesses setores. 
 
O presidente da Fenae destaca que a Caixa não pode deixar de ser o banco da casa própria, da poupança, do saneamento básico, do Fies, do Bolsa Família, dos municípios. “Isso só é possível com a manutenção do caráter 100% público. Às instituições privadas não interessa o papel social desempenhado pela Caixa, o que significa dizer que ele não será mantido”. 
Fonte: Imprensa Seeb Blumenau e Região | 20/11/2019
SEEB - Sindicato dos Empregados em Estabelecimentos Bancários de Blumenau e Região
Rua Coronel Vidal Ramos, nº 282 - CEP: 89010-330 - Centro - Blumenau
Fone: (47) 3326.3116 | Fax: (47) 3322.5036
Criação e desenvolvimento de sites