Agende-se
Eleições Cassi 2020

Entre os dias 16 a 27 de março acontecem eleições para diretor de Plano de Saúde e Relacionamento com Clientes e representantes dos Conselhos Fiscal e Deliberativo da Cassi.

 
Vídeos
Entenda a MP 905

Artigo: Seeb participa de seminário do Dieese sobre sindicalização

Por Leo Montes

No último mês de novembro, o presidente do Sindicato dos Bancários de Blumenau e Região (Seeb), Edson Luiz Heemann e os dirigentes sindicais Leo Montes e Gleison Miozzo, suplente e conselheiro fiscal, respectivamente, estiveram em Florianópolis participando do seminário: Desenvolvendo Habilidades para o Trabalho de Sindicalização, realizado pelo Diesse/SC.
 
A atividade ocorreu na sede do Sindicato dos Servidores Públicos do Estado de Santa Catarina (Sintespe), e o economista José Álvaro de Lima Cardoso, supervisor do escritório regional do Dieese, conduziu o seminário.
 
Compreendendo nossas dificuldades
 
O supervisor do Dieese aplicou uma enquete que havia feito sobre sindicalização. Com o levantamento, ouviu as dificuldades dos dirigentes sindicais para abordar os trabalhadores das suas bases. Ele ainda compilou uma lista com as dezenas de dificuldades relatadas, que resumimos aqui em três tipos essenciais:
 
* Elevada capacidade de o patronato impor seus termos, seja nas esferas do trabalho, do direito ou da consciência geral;
 
* Reciprocamente, os efeitos sobre os trabalhadores que essas derrotas têm tido;
 
* Deficiências na governança e na formação sindicais no seio das organizações operárias.
 
Para ilustrar as dificuldades encontradas na sindicalização, o ministrante organizou com alguns dos participantes duas simulações de conversa entre dirigente e trabalhador de base. A discussão posterior deixou claras que algumas características e atitudes favorecem o contato com a base e as campanhas de sindicalização. Entre eles, estão:
 
* Presença na base: por meio da estrutura das empresas, o patronato está na base. Ouve e intervém no meio operário, em favor dos interesses patronais. É imperativo ao dirigente buscar a máxima presença junto aos trabalhadores, de modo a ouvir suas necessidades e intervir no ambiente laboral em favor dos empregados;
* Planejamento, preparo, perseverança: o dirigente atua num meio sob décadas de propaganda ideológica patronal, que é antissindicato, não faz economia de meios e menos ainda usa de fair play (jogo justo). Afobação, ingenuidade política, improvisação, escárnio e prepotência de dirigentes não virarão esse jogo em favor da luta sindical;
 
* Curiosidade investigativa: o dirigente deve estar em permanente aprendizado, tanto por estudos com rigor científico e afinco, quanto pela avaliação crítica da sua prática cotidiana.
 
O presidente do Sindicato, Edson Luiz Heemann, vê na conjuntura severos ataques às representações dos trabalhadores e seu financiamento em relação a filiação e a manutenção das bases sindicais devem ser constantes. Ele ainda destaca que o Seeb Blumenau e Região tem participado ativamente dos cursos e seminários promovidos pela entidade. “Essa representação busca alinhamento aos novos conhecimentos para atuação sindical. Além disso, o Dieese vem desenvolvendo um trabalho valioso para o fortalecimento dos sindicatos dos trabalhadores”.

 

Fonte: Artigo escrito por Leo Montes, bancário da Caixa e dirigente do Seeb Blumenau e Região | 06/01/2020
SEEB - Sindicato dos Empregados em Estabelecimentos Bancários de Blumenau e Região
Rua Coronel Vidal Ramos, nº 282 - CEP: 89010-330 - Centro - Blumenau
Fone: (47) 3326.3116 | Fax: (47) 3322.5036
Criação e desenvolvimento de sites