Agende-se
Sede Campestre FECHADA

Caros bancários, em razão da pandemia a sede permanecerá fechada por tempo indetermidado. Agradecemos a compreensão de todos. 

Vídeos
TV Contraf | #SeÉPúblicoÉParaTodos

Sindicato cobra e Santander proíbe bancários de utilizar WhatsApp Business

O Santander informou ao Sindicato dos Bancários de São Paulo que proibiu a utilização do aplicativo WhatsApp Business para tratar de assuntos relacionados ao banco, e que as reuniões institucionais são realizadas via aplicativo Microsoft Teams. A nova diretriz do banco é resultado de cobrança da entidade que, por sua vez, teve origem em denúncias de bancários feitas ao Sindicato.

De acordo com as denúncias, os gerentes do Santander estavam sendo orientados a baixar o WhatsApp Business no celular particular e configurar o aplicativo para atender os clientes com o número comercial do banco.

O problema, contudo, é que o telefone continuava funcionando mesmo depois do expediente e nos finais de semana. Além disto, a utilização de telefone próprio para tratar de assuntos bancários pode caracterizar infração à Lei Geral de Proteção de Dados, que entrou em vigor recentemente.

Diante da situação, o Sindicato cobrou negociação com o Santander para tratar sobre este e outros temas. Na reunião, os representantes do banco informaram que está proibida a utilização do aplicativo WhatsApp Business para os bancários tratarem com clientes assuntos relacionados ao banco.

Também informaram que o número de telefone fixo da mesa, que antes era no banco, agora foi transferido o canal do Superlinha, segundo o banco para facilitar o acesso e atendimento aos clientes via canais digitais.

O RH disponibilizou um guia com orientações e boas práticas para utilização do WhatsApp, disponível na academia do Santander, para o caso o bancário utilize o aplicativo para conversas com o cliente.

“Cobramos do RH para que sejam reforçadas essas orientações aos trabalhadores, e o banco assumiu o compromisso de disponibilizar ao movimento sindical o guia de boas práticas para utilização do WhatsApp, bem como reorientar todos os funcionários, especialmente os gerentes, com relação a utilização do aplicativo.”

Wanessa de Queiroz Paixão, dirigente do Sindicato dos Bancários de São Paulo e bancária do Santander

Caso o gestor continue pressionando para que faça atendimento pelo WhatsApp pessoal, ou para que permaneça utilizando o WhatsApp Business, o bancário deve denunciar ao Sindicato, que irá informar o RH para que reforce a orientação. A identidade do bancário que fizer a denúncia será mantida em sigilo. 

Fonte: Sindicato dos Bancários de São Paulo, Osasco e Região | 11/08/2021
SEEB - Sindicato dos Empregados em Estabelecimentos Bancários de Blumenau e Região
Rua Coronel Vidal Ramos, nº 282 - CEP: 89010-330 - Centro - Blumenau
Fone: (47) 3326.3116 | Whatsapp: (47) 99776-0330 | E-mail: sindicato@bancariosblumenau.org.br
Criação e desenvolvimento de sites